quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Mudança, simplesmente mude


Pergunte para mim
Quem é você?
Sou o que puder ser
Sou a mudança na alma
Sou a calma da tua alma
A agitação do teu espírito
Sou apenas o que sou
Sempre serei a mudança
Mudo de rumo
Ou o rumo que tomei me muda

As mudanças na vida
Não são perdidas
Conquistada talvez
Mas jamais abandonadas

Cada nova mudança
É uma nova evolução
Que o ser
Tem que escolher
Ter
Ou fazer por si

Escolha a mudança e saberá quem sou
Seja a mudança e saberá como sou
Sou o que um dia foi estático e mudou
Mude...
Simplesmente mude

Sou o que mudo.

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá, quem é o autor desta poesia?

Pensador Mudo disse...

Caro Visitante,
Obrigado pelo comentário. Nas Poesias me intitulo como Pensador Mudo, mas meu nome é Bruno. Se possível encaminhe um email para contato. E obrigado pelo interesse.

Abraços

Ana disse...

Q linda!!! Posso compartilhar no mei Facebook? C os devidos créditos, claro!
Parabéns pela bela poesia!
Abraços,
Ana Luiza Milán Marinho

Pensador Mudo disse...

Querida Ana, obrigado pelo comentário, e sim pode compartilhar. Fico feliz que tenha gostado.

Postar um comentário